29ª BIENAL DE SÃO PAULO


Entre as novidades da 29ª Bienal Internacional de São Paulo, que será aberta ao público no dia 25, estão os chamados terreiros, espaços de convívio que serão usados para atividades como performances, leituras e projeções. Dos seis terreiros criados por artistas e arquitetos convidados, um deles será colocado no lado externo do Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque do Ibirapuera. Assinado pelo arquiteto Roberto Loeb e pelo artista plástico e grafiteiro Kboco, o espaço “Dito, Não Dito, Interdito” tem como tema a linguagem e será dedicado a debates e conversas.

“Dentro da nossa concepção, ele é um espaço de encontro, que será ativado pelos visitantes, no caso o próprio público do parque”, explica Agnaldo Farias, curador-chefe da 29ª Bienal, ao lado de Moacir dos Anjos. “Nele ocorrerão algumas apresentações, ele funcionará como uma espécie de tribuna livre”, afirma.

Para completar a lista de obras externas, a 29.ª Bienal terá ainda a escultura “Fogueira de Gelo”, do pernambucano Paulo Bruscky, que será exibida no dia 25/9, a partir das 11h. Com 3 m de altura, a peça é formada por barras de gelo entrelaçadas que derretem ao longo das horas até desaparecerem totalmente.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

————————————————————————————————————

Balé da Cidade integra a Bienal de Arte

O primeiro trabalho da nova safra de criações do Balé da Cidade de São Paulo é Crônicas do tempo, coreografia que será apresentada na Bienal Internacional de São Paulo dia 25, às 11h e às 14h.

Last Riot

A relação entre arte, memória e política

Paralelamente à 29ª Bienal de São Paulo e integrando seu Polo de Arte Contemporânea, o Paço das Artes apresenta mostra coletiva sobre os temas política e memória. Crossing [Travessias] também contempla a mesa redonda Arte, Memória e Poder, com Márcio Seligmann-Silva e Priscila Arantes, no dia 28 de setembro, às 19h.

Escola São Paulo apresenta a obra de Thomas Hirschhorn

Até o dia 8 de outubro, a Escola São Paulo apresenta a obra Salle Flottante, do artista Thomas Hirschhorn. A mostra faz parte da programação da 29ª Bienal de São Paulo e proporciona mais um espaço para reflexão sobre o binômio ‘arte – política’, mote desta edição da mostra internacional.

Teatro Oficina faz apresentação na Bienal

A trama será encenada por, aproximadamente 50 artistas – entre associados da Uzyna Uzona, dançarinos da companhia Cavalaria e aprendizes das oficinas do Bexigão.

Visitas orientadas para professores e alunos

Durante a 29ª Bienal de São Paulo, professores e estudantes interessados terão o direito a receber visita monitorada.

Veja quem são os curadores da Bienal

Com curadoria de Moacir dos Anjos e Agnaldo Farias, a 29ª Bienal de São Paulo contacom um grupo de curadores convidados.

Hitoshi Nomura, Tardiology (1968-1969)

Galeria Luisa Strina na mostra “Primeira e Última”

Paralela à Bienal de São Paulo, mostra coletiva com curadoria de Rodrigo Moura, inaugura nova sede da galeria.

cena do filme

29ª Bienal de São Paulo é do cinema experimental

A 29ª Bienal de São Paulo é marcada pelo grande peso da curadoria no material audiovisual. Na programação, confirmados estão quatro cineastas: a belga Chantal Akerman, o português Pedro Costa, que o CCBB exibe retrospectiva, o tailandês Apichatpong Weerasethakul e o alemão Harun Farki.

miguel rio branco

Prepare-se para 29ª Bienal de São Paulo

Em contagem regressiva para o Catraca Livre selecionou espaços que exibem trabalhos de artistas, que farão parte do evento.

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo e Catraca Livre

Anúncios

WORKSHOP DE DANÇA CONTEMPORÂNEA


Workshop de Dança Contemporânea com Técnicas Aéreas

Nos dias 24 e 25 de setembro a Galeria Olido promove workshop de dança contemporânea com técnicas aéreas, coordenado por Ziza Brisola. O workshop integra a programação da 4ª Mostra do Fomento à Dança.

Estímulo aos bailarinos para novas possibilidades de repertório, envolvendo princípios de técnicas aéreas e movimentações acrobáticas. Serão trabalhadas noções dos princípios de suspensão, sustentação, equilíbrio e força necessários para a fluidez e o controle do corpo nessas situações.

Para se inscrever, é necessário enviar e-mail de interesse com currículo e telefone de contato para:linhasaereas@terra.com.br

Fonte: Catraca Livre

2º ENCONTRO DE TEATRO INFANTIL


encontroinfantil

De 14 a 17 de setembro acontece o 2º Encontro de Teatro Infantil, promovido pelo Teatro Alfa, que traz uma programação gratuita com oficinas, mesas de debates e apresentação de espetáculos, seguidos de bate-papos com o público. Para participar, é necessário fazer uma inscrição prévia pelo linkwww.teatroalfa.com.br/encontro2. Participam do evento os grupos cooperados que trabalham com teatro infantil: Velha Companhia, Cia. Vagalum Tum Tum, Pia Fraus, Maracujá Laboratório de Artes, e Banda Mirim. Também participam das mesas de discussão a crítica Ilka Marinho Zanotto, o jornalista Marcelo Coelho, o membro do Renatin Williams Sant’Anna, o fundador do Centro de Referência do Teatro para a Infância – SP Gabriel Guimard, entre outros.

Interessados em FOTOGRAFIA


SP-Arte/Foto

Maior feira de fotografia do país, a SP-Arte/Foto chega a sua quarta edição e reúne, de 9 a 12 de setembro, no Shopping Iguatemi, o melhor da fotografia moderna e contemporânea do Brasil e do mundo.

A exposição será representada por artistas do porte de Miguel Rio Branco, Mario Cravo Neto, Caio Reisewitz, Rochelle Costi, Albano Afonso, Márcia Xavier, J.R.Duran, Claudia Jaguaribe, Thomas Farkas, Cristiano Mascaro, Neil Hammon, Daniel Senise, Brigida Baltar, Cao Guimaraes, Luiz Braga, Cássio Vasconcellos, entre muitos outros.

Além da mostra e dos lançamentos de livros de fotógrafos, a feira inova este ano e promoverá, gratuitamente, um Ciclo de Palestras sob a coordenação da pesquisadora e fotógrafa, Denise Gadelha, com duração de 3 dias. Este curso traça um panorama da fotografia contemporânea nacional e internacional, e da história da fotografia, suas vertentes e ícones.

Participam do evento as seguintes galerias:   Arte 57 (SP),  Baró Galeria (SP),  Casa Triângulo (SP),  FASS (SP),  Galeria de Babel (SP),     Galeria Oscar Cruz (SP),   Instituto Moreira Salles (SP),  Leme (SP),  Luciana Brito (SP),   Millan (SP),  Nara Roesler (SP),   Zipper (SP),         Galeria da Gávea (RJ),  H.A.P. Galeria (RJ),  Pequena Galeria 18 (RJ),   Bonni Benrubi (NY),  1500 Gallery (NY),   Motor (online)

Shopping Iguatemi
Av. Brig. Faria Lima, 2232 – 9º andar
Entrada: Grátis

Confira algumas imagens que fazem parte da mostra: http://catracalivre.folha.uol.com.br/2010/09/sp-artefoto-comeca-dia-9/

Fonte: Catraca Livre

Peça – “DentroFora”


O Itaú Cultural recebe a companhia gaúcha In.Co.Mo.De-Te que apresenta o espetáculo “DentroFora”, com a direção de Carlos Ramiro Fensterseifer.

A peça é uma homenagem do escritor americano Paul Auster a Dias Felizes – uma das mais famosas obras do dramaturgo irlandês Samuel Beckett (1906-1989) -, numa metáfora do homem contemporâneo, explicitamente imobilizado perante a vida.

“DentroFora” leva à cena os personagens Homem e Mulher, interpretados respectivamente pelos premiados atores Nelson Diniz e Liane Venturella, que se encontram presos em caixas. Apesar de separados e de não se verem, a peça se passa em torno de um diálogo intenso entre os dois, sobre assuntos cotidianos e também absurdos.

ITAÚ CULTURAL – De: 2 a 12/09 – Quintas, Sextas, Sábados e Domingos às 20:00 / Av. Paulista, 149, (Próximo à Estação Brigadeiro do Metrô) – Cerqueira César – Centro. Telefone: (11) 2168-1776 e (11) 2168-1777. Para o controle da fila, será distribuído um cartão numerado. Ao recebê-lo, permaneça nela, pois será trocado pelo ingresso meia hora antes do início do espetáculo. Classificação: a partir dos 14 anos

Para saber mais sobre a Cia In-Co-Mo-De-Te, acessem: http://catracalivre.folha.uol.com.br/2010/09/companhia-in-co-mo-de-te-encena-texto-de-paul-auster-em-homenagem-a-beckett/Fonte: Catraca Livre

Tiago diretamente da África…


Tem sido muito boa a estada aqui, mas com alguns percalços, como por exemplo o acesso a internet que não é tão fácil assim… O hotel que estou parece hotéis de cuba, pelo que li e vi na net, muito rústico, simples, mas limpo pelo menos… Enfim encontrei um lugar mais quente que fortaleza, me parece que o sol se esconde aqui, pois é muito, mas muito quente, tô derretendo literalmente…
Pois aqui o que achei interessante é a educação das pessoas nas ruas, não há semáforos, nem faróis, se pisamos nas ruas a preferencia é do pedestre e tanto ônibus quanto carros param para passar.
As praias são maravilhosas, mas nem entrei na água ainda, só caminho na orla. As formações rochosas daqui são vulcânicas, inclusive tem um vulcão aqui bem perto, mas está inativo a dezenas de anos (ainda bem, não vai ser agora , só por que vim aqui com essa finalidade profissional que ele vai cuspir fogo rsrsrsr)
Gostaria muito de visitar uma escola publica aqui como havia dito desde antes de sair do Brasil, mas esse mês é o periodo de férias dos jovens de Cabo Verde, justamente por causa do calor excessivo.

Aqui já comi bombom de beterraba, pastelzinho de polvo, peixada no palito, catchupa, suco de ibiscus e fanta de maracujá…
A viagem da ilha de são pedro para a ilha que estamos agora (São Vicente) foram 50 minutos de voô num avião teco-teco (parecia aqueles aviões velhos de filme do Stalone rsrsrs)… mas correu tudo bem… imagino que com tanta oração de minha mãe e com tanta energia positiva dos que amo daí (vcs principalmente) não havia mesmo de acontecer algo errrado.

Ainda visitaremos a ilha de santo antão na sexta, onde conheceremos um projeto de arte e cultura do local.
Tenho conversado com uns visitantes do congresso que parecem ser gente do bem,,, Pillar da Espanha, Teresa do Porto, Jorge de Cabo Verde e um professor Dr. em artes do ceará. inclusive tenho tirado algumas duvidas com a Prof Dra Ana Mãe do Brasil sobre a arte\educação contemporânea que proponho na trupe como metodologia e fiquei feliz por ter acertado na maioria das questões com pequenos ajustes que os farei em meu regresso.
Pra telefonar tenho tido a maior dificuldade, por isso não tenho ligado. Nem vi tv ainda por que otem estava exausto ainda reflexo das viagens de SP – Fortaleza   +  Fortaleza – Praia (Praia é o nome da capital de Cabo Verde) e de lá pra cá.

Ainda no Brasil fui a casa de câmbio e troquei reais por euros (tbm aceito) , mas descobri que aqui compensa mais fazer o câmbio pela moeda local “escudos caboverdianos” vale mais a pena, pois as coisas são mais baratas assim…
Minha fala será na quinta, mas até lá participaremos de muitas palestras.

Estou fazendo amizade com um sujeito muito bacana, doutor em artes cênicas de Portugal, entreguei a ele nossos videos e portifólio e ele disse que adorou o trabalho.

Bjos e abraços para todos e logo to de volta…

Tiago Ortaet.