HAMLET EM DISCUSSÃO


Gostaria que todos os estudantes da TRUPE e demais artistas interessados, comentassem sua impressão sobre o texto a seguir:

Shakespeare disse:

“A natureza do ator vai contra a natureza, que ela é horrível e ao mesmo tempo admirável. Ele o disse em uma só palavra: Monstrous.O que é horrível, no ator, não é uma mentira, pois ele não mente. Não é um engodo, pois ele não engana. Não é uma hipocrisia, pois ele aplica sua monstruosa sinceridade em ser aquilo que ele não é, e não em exprimir o que ele não sente, mas em sentir o imaginário.”

(Hamelet, ato II, Cena II)

Profª. Thais Aguiar.

Anúncios

3 comentários em “HAMLET EM DISCUSSÃO

  1. Estou descobrindo Shakespeare aos poucos, um autor realmente interessante…
    Estou lendo Otelo, Iago é o cara!!!
    “Sentir o imaginário” acho que essa é a frase. Enquanto as pessoas normalmente imaginam o bom ator se diferencia, ele é capaz de sentir o imaginário, como uma energia que o impulsiona a ter o controle, a perceber toda a dimensão do que é e do que pode ser.

  2. A imaginação é tudo, afinal o que é a vida, se não o fruto da nossa imaginação?!Então que continue a imaginação de muitas coisas boas…

  3. Onde está a monstruosidade em permitir que sonhos próprios e de outros ganhem vida? Não vejo como isso sendo “contra a natureza” se a natureza humana busca a felicidade (em seu significado mais amplo).

    O ator não é um monstro, mas sim um portal. Um portal que torna palpável o imaginário das pessoas. E pra que cumpra essa sua função é preciso, realmente, aprender a “sentir o imaginário”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s